O tratamento da dor é uma das aplicações mais difusas da acupuntura no Ocidente. A técnica pode tratar os mais diversos tipos de dor, a partir de um diagnóstico preciso que identifique sua causa e garanta mais qualidade de vida às pessoas.

A prática tem se mostrado muito eficaz para amenizar as dores e as limitações de pacientes que sofrem com a fibromialgia, dor crônica generalizada por todo o corpo, e que atinge 2% da população, oito mulheres para cada homem. A idade do aparecimento da fibromialgia é geralmente entre 30 e 60 anos, porém há casos em pessoas mais velhas, crianças e adolescentes.

A fibromialgia já é conhecida há mais de 100 anos, mas se davam nomes diferentes para ela e não havia um consenso de como fazer o diagnóstico da doença. Hoje já possui características essenciais para o seu diagnóstico: dor, por mais de três meses, em todo o corpo e presença de pontos dolorosos na musculatura (11 pontos, de 18, que estão preestabelecidos) já indicam a doença.

A alteração do sono na fibromialgia é frequente, afetando quase 95% dos pacientes. Com o sono profundo interrompido, sua qualidade sofre uma queda e a pessoa acorda cansada, mesmo que tenha dormido por um longo tempo, aumentando a fadiga, a contração muscular e a dor.

A depressão está presente em 50% dos pacientes com fibromialgia, o que, por si só, piora o sono, aumenta a fadiga, diminui a disposição para o exercício e aumenta a sensibilidade do corpo.

Ainda como sintomas da fibromialgia identificam-se rigidez matinal, dor abdominal, cefaléias, tonturas, amortecimentos, dor toráxica atípica, palpitação, sensação de aumento do volume articular, tensão pré-menstrual, incômodo psicológico como depressão e ansiedade, queixas cognitivas como problemas de memória e dificuldade de concentração. Em alguns pacientes, encontramos pontos de intensa contração muscular, semelhantes a pequenos caroços: são os chamados pontos-gatilho.

O tratamento para quem sofre de Fibromialgia é constante, pois a doença ainda não tem cura. E o mais importante é um tratamento eficaz para controle dos sintomas. Em um estado de dor crônica, os medicamentos utilizados com mais eficácia são os analgésicos e antidepressivos. Vários tipos de tratamento já foram testados para a fibromialgia, e muitos deles não ajudaram. Porém, com o melhor entendimento do problema, novas medidas estão por vir. Atividade física regular é um tratamento capaz de levar a pessoa para uma vida normal. A acupuntura também é um método que pode ajudar em casos de dor localizada e resistente, e é recomendada com certa frequência. Porém, deve se ter em mente que a acupuntura funciona somente enquanto o paciente está sob tratamento, e não tem efeito duradouro.

A acupuntura, além de exercer um potente efeito analgésico, tem ação antiinflamatória e relaxante muscular. A sensação de alívio das dores e o desconforto, têm feito com que cada vez mais pessoas busquem a técnica, pois sua ação terapêutica age diretamente nos músculos afetados.

Na rede de hospitais conveniados pelo SUS utiliza-se esse método. Uma sessão semanal de 30 minutos, é o suficiente para minimizar as dores.

Guest Blogger: Dr. Dirceu de Lavôr Sales, médico especializado em Clínica Médica, Acupuntura, Homeopatia, e presidente do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura (CMBA).

Anúncios