simp_temaApesar dos grandes avanços tecnológicos na área da saúde, vivemos num momento peculiar onde a humanidade nunca esteve tão doente. Quatro entre dez cidadãos americanos estão condenados a ter câncer, doenças cardíacas, diabetes e depressão, patologias que estão se tornando epidêmicas no mundo ocidental. A Sociedade Americana de Medicina divulga que a terceira maior causa mortis nos EUA são as intervenções médicas e a ingestão indiscriminada de medicamentos alopáticos.

A osteoporose, o Alzheimer e o Parkinson, bem como a síndrome do pânico eram praticamente desconhecidas há 50 anos. O atual modelo biomédico ainda predominante em nossa sociedade, de base alopática, olha para as enfermidades como perturbações químicas que podem ser corrigidas através de medicamentos capazes de combater o estado químico desarmônico.

Combatendo o aspecto sintomático da enfermidade, exatamente como ele se apresenta no corpo físico, acredita-se que o problema será resolvido. O fato é que a eficácia desse modelo está sendo largamente questionada, visto que as pessoas estão se tornando dependentes químicas de medicamentos, embora estes normalmente não sejam capazes de atingir a raiz do problema. Assim, as pessoas sucumbem diante de um modelo científico que as condenam muitas vezes a passar o resto da vida a tomar remédios,  sem jamais se curarem realmente.

O fracasso desse modelo vem sendo evidenciado a partir de revolucionárias descobertas da Física Quântica e Relativística, bem como das recentes pesquisas na área da Neurociências, da Psiconeuroimunologia
e da Epigenética.

A Física Relativística afirma que toda matéria é uma forma de energia, daí que a energia desarmônica dos alimentos, que se transformará em nosso próprio corpo, deve ser algo essencial a ser olhado numa  perspectiva de saúde integral e preventiva.

Por outro lado, a Física Quântica, que investiga o mundo subatômico afirma que cada célula do nosso corpo é um receptor de frequência, captando as informações do ambiente como uma antena. Desse modo, a partir do significado que atribuímos aos nossos pensamentos, podemos fragilizar ou fortalecer o sistema imunológico a partir das
informações das moléculas da emoção, os Neuropeptídeos, que interliga o sistema nervoso ao sistema imunológico.

A nova Medicina que emerge, pois, com base na Física Quântica e Relativística verá o ser humano não só nos aspectos físicos, mas sobretudo nos aspectos mentais, emocionais, espirituais e transpessoais. E ela vem para fortalecer terapias curativas como a Acupuntura, Homeopatia, Terapias Florais, o Reiki, a Medicina Chinesa e Ayurvédica, entre tantas outras com reconhecido poder curativo. Vem para reconhecer, apoiada em inúmeros experimentos científicos, o poder curativo da própria mente, hoje pesquisada pela Medicina Psicossomática e pela Medicina Mente-Corpo, de base Quântica.

Nos EUA, já existem mais de 30 Universidades voltadas para a Saúde Integral.  O nosso objetivo agora é criar a primeira Universidade de Saúde Integral do Brasil em Pernambuco. A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) já usa tecnologias quânticas capazes de detectar câncer precoce. Nos próximos dias 27, 28 e 29 de novembro, teremos o I Simpósio Internacional de Saúde Quântica e Qualidade de Vida, ocasião em que novas tecnologias
serão apresentadas. Uma delas é um marcapasso que dispensa cirurgias, desenvolvido pela pesquisadora da NASA Elisabeth Rauscher. Trata-se de um  dispositivo capaz de eliminar a dor nos processos pós-operatórios e
inflamatórios.

Um outro equipamento desenvolvido pela NASA, foi capaz de rastrear todas as doenças do planeta a partir das suas frequências desarmônicas, possibilitando à cura através das correções dessas frequências. Hologramas Quânticos são capazes de proporcionar alinhamento dos chacras e estimular os meridianos na acupuntura.

Essa nova perspectiva mostra uma Medicina voltada para a causa das doenças e sua prevenção, é
menos invasiva e capaz de curar definitivamente os males, onde o paciente abandona o aspecto passivo e passa a ser co-responsável pelo seu estado de saúde ou de doença.

 

Saudações Quânticas!

 

Guest Blogger: Wallace Carvalho, é Engenheiro Eletrônico, professor de Física, é precursor de Projeto Pedagógico de Educação Holística e Transdisciplinar. Consultor e Palestrante em Física Quântica e Relativística, estudioso do Paradigma Quântico-relativista e suas aplicações na saúde. Tem formação em EFT (Emotional Freedom Techniques) e PNL (Programação Neurolingüística). É Terapeuta Quãntico. Ganhou a Medalha Médico Noético para Pesquisas do Cérebro e da Consciência, concedida pelo Instituto de Ciências Noéticas Avançadas da Califórnia  (EUA).

I Simpósio Internacional Saúde Quântica e Qualidade de Vida