worryPreocupações acontecem em todas as idades e fases da vida,  com  homens e mulheres. Todo mundo se preocupa às vezes. Mas preocupar-se, para os super-preocupados, é um estilo vida. Pessoas que são muito ansiosas tendem a se preocupar demais. Enquanto nós usualmente pensamos que as mulheres têm maior inclinação para remoerem as coisas, são os homens que formam a classe dos preocupados, embora neguem  que o sejam. As mulheres acabam falando de suas preocupações com os amigos, mas os homens preferem resolver seus problemas sozinhos, mantendo-os dentro de si. Alguns deles utilizam as válvulas de escape que são o esporte, os exercícios, e até o sexo para lidar com a tensão gerada pela excessiva preocupação.

Os típicos preocupados são pensadores com mentes muito ativas. Usando sua imaginação fértil eles viajam elaborando cenários virtuais para cada detalhe sem importância da situação. Essa propensão para pensar o pior e avaliar riscos pode ser vantajosa nos negócios e em outras empreitadas. Geralmente, quem se encaixa nesse perfil tem especial dom para os negócios e as finanças, já que conseguem desvendar problemas e sempre têm um plano para resolvê-los.

Então, se você fica acordado à noite remoendo coisas que poderiam ainda acontecer, se espera pelo pior automaticamente e se já se preocupou de forma obsessiva sobre algo que no final acabou bem, é melhor considerar as simples idéias que proponho abaixo:

Fale com você mesmo como se fosse um amigo

Pratique a calma

Imagine finais felizes

Faça uma boa ação

Assista a uma comédia

Com essas dicas, você será capaz de controlar seu estado de apreensão e aprenderá a apreciar cada momento, não importa onde a vida o levar.

GUEST BLOGGER: Beverly Potter, doutora em psicologia pela Universidade de Stanford (EUA). Atualmente trabalha como consultora organizacional especializada em Burnout e Conflitos Corporativos. É autora de vários livros, entre eles o The Worrywort’s Companion, 21 ways to soothe yourself and worry smart, Ed. Macgraw Hill [O companheiro dos super-preocupados – 21 modos de se equilibrar e se tornar um preocupado esperto]. No Brasil, a ed. Gente publicou em 2006 uma edição anterior da obra, intitulada O Guia do Preocupado.

Quer saber se você é um super-preocupado? Faça  teste idealizado por Beverly Potter na página Testes.